32 o que não vejo, ensina-me tu; se fiz alguma maldade, nunca mais a hei de fazer?