30 em seu vigésimo terceiro ano,745 judeus levados ao exílio pelo comandante da guarda imperial, Nebuzaradã.Foram ao todo 4.600 judeus.