19 Não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados’.