25 O preguiçoso morre de tanto desejare de nunca pôr as mãos no trabalho.