Salmos 96; Salmos 97; Salmos 98; Salmos 99; Salmos 100; Salmos 101; Salmos 102

1 Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todos os moradores da terra. 2 Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome; anunciai de dia em dia a sua salvação. 3 Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos as suas maravilhas. 4 Porque grande é o Senhor, e digno de ser louvado; ele é mais temível do que todos os deuses. 5 Porque todos os deuses dos povos são ídolos; mas o Senhor fez os céus. 6 Glória e majestade estão diante dele, força e formosura no seu santuário. 7 Tributai ao Senhor, ó famílias dos povos, tributai ao Senhor glória e força. 8 Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome; trazei oferendas, e entrai nos seus átrios. 9 Adorai ao Senhor vestidos de trajes santos; tremei diante dele, todos os habitantes da terra. 10 Dizei entre as nações: O Senhor reina; ele firmou o mundo, de modo que não pode ser abalado. Ele julgará os povos com retidão. 11 Alegrem-se os céus, e regozije-se a terra; brame o mar e a sua plenitude. 12 Exulte o campo, e tudo o que nele há; então cantarão de júbilo todas as árvores do bosque 13 diante do Senhor, porque ele vem, porque vem julgar a terra: julgará o mundo com justiça e os povos com a sua fidelidade.
1 O Senhor reina, regozije-se a terra; alegrem-se as numerosas ilhas. 2 Nuvens e escuridão estão ao redor dele; justiça e eqüidade são a base do seu trono. 3 Adiante dele vai um fogo que abrasa os seus inimigos em redor. 4 Os seus relâmpagos alumiam o mundo; a terra os vê e treme. 5 Os montes, como cerca, se derretem na presença do Senhor, na presença do Senhor de toda a terra. 6 Os céus anunciam a sua justiça, e todos os povos vêem a sua glória. 7 Confundidos são todos os que servem imagens esculpidas, que se gloriam de ídolos; prostrai-vos diante dele, todos os deuses. 8 Sião ouve e se alegra, e regozijam-se as filhas de Judá por causa dos teus juízos, Senhor. 9 Pois tu, Senhor, és o Altíssimo sobre toda a terra; tu és sobremodo exaltado acima de todos os deuses. 10 O Senhor ama aos que odeiam o mal; ele preserva as almas dos seus santos, ele os livra das mãos dos ímpios. 11 A luz é semeada para o justo, e a alegria para os retos de coração. 12 Alegrai-vos, ó justos, no Senhor, e rendei graças ao seu santo nome.
1 Cantai ao Senhor um cântico novo, porque ele tem feito maravilhas; a sua destra e o seu braço santo lhe alcançaram a vitória. 2 O Senhor fez notória a sua salvação, manifestou a sua justiça perante os olhos das nações. 3 Lembrou-se da sua misericórdia e da sua fidelidade para com a casa de Israel; todas as extremidades da terra viram a salvação do nosso Deus. 4 Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra; dai brados de alegria, regozijai-vos, e cantai louvores. 5 Louvai ao Senhor com a harpa; com a harpa e a voz de canto. 6 Com trombetas, e ao som de buzinas, exultai diante do Rei, o Senhor. 7 Brame o mar e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam; 8 batam palmas os rios; � uma regozijem-se os montes 9 diante do Senhor, porque vem julgar a terra; com justiça julgará o mundo, e os povos com eqüidade.
1 O Senhor reina, tremam os povos; ele está entronizado sobre os querubins, estremeça a terra. 2 O Senhor é grande em Sião, e exaltado acima de todos os povos. 3 Louvem o teu nome, grande e tremendo; pois é santo. 4 És Rei poderoso que amas a justiça; estabeleces a eqüidade, executas juízo e justiça em Jacó. 5 Exaltai o Senhor nosso Deus, e prostrai-vos diante do escabelo de seus pés; porque ele é santo. 6 Moisés e Arão entre os seus sacerdotes, e Samuel entre os que invocavam o seu nome, clamavam ao Senhor, e ele os ouvia. 7 Na coluna de nuvem lhes falava; eles guardavam os seus testemunhos, e os estatutos que lhes dera. 8 Tu os ouviste, Senhor nosso Deus; tu foste para eles um Deus perdoador, embora vingador dos seus atos. 9 Exaltai o Senhor nosso Deus e adorai-o no seu santo monte, porque o Senhor nosso Deus é santo.
1 Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra. 2 Servi ao Senhor com alegria, e apresentai-vos a ele com cântico. 3 Sabei que o Senhor é Deus! Foi ele quem nos fez, e somos dele; somos o seu povo e ovelhas do seu pasto. 4 Entrai pelas suas portas com ação de graças, e em seus átrios com louvor; dai-lhe graças e bendizei o seu nome. 5 Porque o Senhor é bom; a sua benignidade dura para sempre, e a sua fidelidade de geração em geração.
1 Cantarei a benignidade e o juízo; a ti, Senhor, cantarei. 2 Portar-me-ei sabiamente no caminho reto. Oh, quando virás ter comigo? Andarei em minha casa com integridade de coração. 3 Não porei coisa torpe diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; isso não se apagará a mim. 4 Longe de mim estará o coração perverso; não conhecerei o mal. 5 Aquele que difama o seu próximo �s escondidas, eu o destruirei; aquele que tem olhar altivo e coração soberbo, não o tolerarei. 6 Os meus olhos estão sobre os fiéis da terra, para que habitem comigo; o que anda no caminho perfeito, esse me servirá. 7 O que usa de fraude não habitará em minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos. 8 De manhã em manhã destruirei todos os ímpios da terra, para desarraigar da cidade do Senhor todos os que praticam a iniqüidade.
1 Ó Senhor, ouve a minha oração, e chegue a ti o meu clamor. 2 Não escondas de mim o teu rosto no dia da minha angústia; inclina para mim os teus ouvidos; no dia em que eu clamar, ouve-me depressa. 3 Pois os meus dias se desvanecem como fumaça, e os meus ossos ardem como um tição. 4 O meu coração está ferido e seco como a erva, pelo que até me esqueço de comer o meu pão. 5 Por causa do meu doloroso gemer, os meus ossos se apegam � minha carne. 6 Sou semelhante ao pelicano no deserto; cheguei a ser como a coruja das ruínas. 7 Vigio, e tornei-me como um passarinho solitário no telhado. 8 Os meus inimigos me afrontam todo o dia; os que contra mim se enfurecem, me amaldiçoam. 9 Pois tenho comido cinza como pão, e misturado com lágrimas a minha bebida, 10 por causa da tua indignação e da tua ira; pois tu me levantaste e me arrojaste de ti. 11 Os meus dias são como a sombra que declina, e eu, como a erva, me vou secando. 12 Mas tu, Senhor, estás entronizado para sempre, e o teu nome será lembrado por todas as gerações. 13 Tu te lenvantarás e terás piedade de Sião; pois é o tempo de te compadeceres dela, sim, o tempo determinado já chegou. 14 Porque os teus servos têm prazer nas pedras dela, e se compadecem do seu pó. 15 As nações, pois, temerão o nome do Senhor, e todos os reis da terra a tua glória, 16 quando o Senhor edificar a Sião, e na sua glória se manifestar, 17 atendendo � oração do desamparado, e não desprezando a sua súplica. 18 Escreva-se isto para a geração futura, para que um povo que está por vir louve ao Senhor. 19 Pois olhou do alto do seu santuário; dos céus olhou o Senhor para a terra, 20 para ouvir o gemido dos presos, para libertar os sentenciados � morte; 21 a fim de que seja anunciado em Sião o nome do Senhor, e o seu louvor em Jerusalém, 22 quando se congregarem os povos, e os reinos, para servirem ao Senhor. 23 Ele abateu a minha força no caminho; abreviou os meus dias. 24 Eu clamo: Deus meu, não me leves no meio dos meus dias, tu, cujos anos alcançam todas as gerações. 25 Desde a antigüidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos. 26 Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como um vestido, envelhecerão; como roupa os mundarás, e ficarão mudados. 27 Mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão. 28 Os filhos dos teus servos habitarão seguros, e a sua descendência ficará firmada diante de ti.
California - Do Not Sell My Personal Information  California - CCPA Notice