Cantares de Salomâo 5:3-8

A Amada

3 Já tirei a túnica;terei que vestir-me de novo?Já lavei os pés;terei que sujá-los de novo?
4 O meu amado pôs a mão por uma abertura da tranca;meu coração começou a palpitar por causa dele.
5 Levantei-me para abrir-lhe a porta;minhas mãos destilavam mirra,meus dedos vertiam mirra,na maçaneta da tranca.
6 Eu abri, mas o meu amado se fora;o meu amado já havia partido.Quase desmaiei de tristeza!Procurei-o, mas não o encontrei.Eu o chamei, mas ele não respondeu.
7 As sentinelas me encontraramenquanto faziam a ronda na cidade.Bateram-me, feriram-me;e tomaram o meu manto,as sentinelas dos muros!
8 Ó mulheres de Jerusalém, eu as faço jurar:se encontrarem o meu amado,que dirão a ele?Digam-lhe que estou doente de amor.