31 Tau. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e louvem-na nas portas as suas obras.