23 e eu te tenho dito: Deixa ir: meu filho, para que me sirva. mas tu recusaste deixĂĄ-lo ir; eis que eu matarei o teu filho, o teu primogĂȘnito.