Isaías 40

Consolo para o Povo de Deus

1 Consolem, consolem o meu povo,adiz o Deus de vocês.
2 Encorajem Jerusalém e anunciemque ela já cumpriu o trabalhoque lhe foi imposto,pagou por sua iniquidadee recebeu da mão doem dobro por todos os seus pecados.
3 Uma voz clama:“No deserto preparemb o caminhopara o SENHOR;façam no deserto um caminho retopara o nosso Deus.c
4 Todos os vales serão levantados,todos os montes e colinas serão aplanados;os terrenos acidentados se tornarão planos;as escarpas serão niveladas.
5 A glória do SENHOR será revelada,e, juntos, todos a verão.Pois é o SENHOR quem fala”.
6 Uma voz ordena: “Clame”.E eu pergunto: O que clamarei?“Que toda a humanidade é como a relva,e toda a sua glóriad como a flor da relva.
7 A relva murcha e cai a sua flor,quando o vento do SENHOR sopra sobre elas;o povo não passa de relva.
8 A relva murcha, e as flores caem,mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre”.
9 Você, que traz boas-novas a Sião,suba num alto monte.Você, que traz boas-novas a Jerusalém,eerga a sua voz com fortes gritos,erga-a, não tenha medo;diga às cidades de Judá:“Aqui está o seu Deus!”
10 O Soberano, o SENHOR, vem com poder!Com seu braço forte ele governa.A sua recompensa com ele está,e seu galardão o acompanha.
11 Como pastor ele cuida de seu rebanho,com o braço ajunta os cordeirose os carrega no colo;conduz com cuidado as ovelhas que amamentam suas crias.
12 Quem mediu as águas na concha da mão,ou com o palmo definiu os limites dos céus?Quem jamais calculou o peso da terra,ou pesou os montes na balançae as colinas nos seus pratos?
13 Quem definiu limites para o Espíritof do SENHOR,ou o instruiu como seu conselheiro?
14 A quem o SENHOR consultou que pudesse esclarecê-lo,e que lhe ensinasse a julgar com justiça?Quem lhe ensinou o conhecimentoou lhe apontou o caminho da sabedoria?
15 Na verdade as nações são como a gota que sobra do balde;para ele são como o pó que resta na balança;para ele as ilhas não passam de um grão de areia.
16 Nem as florestas do Líbano seriam suficientes para o fogo do altar,nem os animais de lá bastariam para o holocausto.g
17 Diante dele todas as naçõessão como nada;para ele são sem valor e menos que nada.
18 Com quem vocês compararão Deus?Como poderão representá-lo?
19 Com uma imagem que o artesão funde,e que o ourives cobre de ouroe para a qual modela correntes de prata?
20 Ou com o ídolo do pobre, que pode apenas escolherum bom pedaço de madeirae procurar um marceneiropara fazer uma imagem que não caia?
21 Será que vocês não sabem?Nunca ouviram falar?Não contaram a vocês desde a antiguidade?Vocês não compreenderam como a terra foi fundada?
22 Ele se assenta no seu trono, acima da cúpula da terra,cujos habitantes são pequenos como gafanhotos.Ele estende os céus como um forroe os arma como uma tenda para neles habitar.
23 Ele aniquila os príncipese reduz a nada os juízes deste mundo.
24 Mal eles são plantados ou semeados,mal lançam raízes na terra,Deus sopra sobre eles, e eles murcham;um redemoinho os leva como palha.
25 “Com quem vocês vão me comparar?Quem se assemelha a mim?”, pergunta o Santo.
26 Ergam os olhos e olhem para as alturas.Quem criou tudo isso?Aquele que põe em marcha cada estrela do seu exército celestial,e a todas chama pelo nome.Tão grande é o seu poder e tão imensa a sua força,que nenhuma delas deixa de comparecer!
27 Por que você reclama, ó Jacó,e por que se queixa, ó Israel:“O SENHOR não se interessa pela minha situação;o meu Deus não considera a minha causa”?
28 Será que você não sabe?Nunca ouviu falar?O SENHOR é o Deus eterno,o Criador de toda a terra.Ele não se cansa nem fica exausto;sua sabedoria é insondável.
29 Ele fortalece o cansadoe dá grande vigor ao que está sem forças.
30 Até os jovens se cansam e ficam exaustos,e os moços tropeçam e caem;
31 mas aqueles que esperam norenovam as suas forças.Voam alto como águias;correm e não ficam exaustos,andam e não se cansam.