35 Oitenta anos tenho hoje; poderei eu discernir entre e bom e o mau? poderĂ¡ o teu servo perceber sabor no que comer e beber? poderei eu mais ouvir a voz dos cantores e das cantoras? e por que serĂ¡ o teu servo ainda pesado ao rei meu senhor?