23 Ora, estava na sinagoga um homem possesso dum espĂ­rito imundo, o qual gritou: