7 Não convém ao tolo a fala excelente; quanto menos ao príncipe o lábio mentiroso!