26 A mãe do filho que estava vivo, movida pela compaixão materna, clamou: “Por favor, meu senhor, dê a criança viva a ela! Não a mate!”A outra, porém, disse: “Não será nem minha nem sua. Cortem-na ao meio!”