15 Ao vê-la, Judá julgou que era uma prostituta, porque ela havia coberto o rosto.