25 Quão poderosas são as palavras da boa razão! Mas que é o que a vossa argüição reprova?