2 Não escondas de mim o teu rostoquando estou atribulado.Inclina para mim os teus ouvidos;quando eu clamar, responde-me depressa!