Salmos 73

TERCEIRO LIVRO

Salmos 73–89

Salmo da família de Asafe.

1 Certamente Deus é bom para Israel,para os puros de coração.
2 Quanto a mim, os meus pés quase tropeçaram;por pouco não escorreguei.
3 Pois tive inveja dos arrogantesquando vi a prosperidade desses ímpios.
4 Eles não passam por sofrimentoae têm o corpo saudável e forte.
5 Estão livres dos fardos de todos;não são atingidos por doenças como os outros homens.
6 Por isso o orgulho lhes serve de colar,e eles se vestem de violência.
7 Do seu íntimo;b brota a maldadecda sua mente transbordam maquinações.
8 Eles zombam e falam com más intenções;em sua arrogância ameaçam com opressão.
9 Com a boca arrogam a si os céus,e com a língua se apossam da terra.
10 Por isso o seu povo se volta para elese bebe suas palavras até saciar-se.
11 Eles dizem: “Como saberá Deus?Terá conhecimento o Altíssimo?”
12 Assim são os ímpios;sempre despreocupados, aumentam suas riquezas.
13 Certamente me foi inútil manter puro o coraçãoe lavar as mãos na inocência,
14 pois o dia inteiro sou afligido,e todas as manhãs sou castigado.
15 Se eu tivesse dito: “Falarei como eles”,teria traído os teus filhos.
16 Quando tentei entender tudo isso,achei muito difícil para mim,
17 até que entrei no santuário de Deus,e então compreendi o destino dos ímpios.
18 Certamente os pões em terreno escorregadioe os fazes cair na ruína.
19 Como são destruídos de repente,completamente tomados de pavor!
20 São como um sonho que se vai quando acordamos;quando te levantares, Senhor,tu os farás desaparecer.
21 Quando o meu coração estava amarguradoe no íntimo eu sentia inveja,
22 agi como insensato e ignorante;minha atitude para contigo era a de um animal irracional.
23 Contudo, sempre estou contigo;tomas a minha mão direita e me susténs.
24 Tu me diriges com o teu conselho,e depois me receberás com honras.
25 A quem tenho nos céus senão a ti?E, na terra, nada mais desejo além de estar junto a ti.
26 O meu corpo e o meu coração poderão fraquejar,mas Deus é a força do meu coraçãoe a minha herança para sempre.
27 Os que te abandonam sem dúvida perecerão;tu destróis todos os infiéis.
28 Mas, para mim, bom é estar perto de Deus;fiz do Soberano SENHOR o meu refúgio;proclamarei todos os teus feitos.