24 “A verdade é que ninguém dá a mão ao homem arruinado,quando este, em sua aflição, grita por socorro.